Porque os seus resultados no linkedin começam e acabam fora dele?

Passos para resultados de valor no linkedin

Sempre vi o linkedin como uma poderosa ferramenta.

Nos últimos anos, comecei a dedicar-lhe a atenção que merece e prestar serviços de linkedin marketing foi (quase) uma opção natural.

Com base na minha sensibilidade e experiência, coloquei algumas premissas no papel e idealizei aquele que considerei ser a oferta ideal para os meus clientes (também eles ideais).

Tem sido uma jornada incrível, que me permite acrescentar valor, aliando três das minhas grandes paixões: o coaching com PNL, o marketing e a escrita.

Na prática os feedbacks têm confirmado e reforçado, amplamente, as minhas premissas, que em tempos passei para o papel e depois coloquei em prática.

A ideia central, que passo aos que comigo trabalham e hoje partilho consigo, é a de que os seus resultados no linkedin começam e acabam fora dele.

Porquê?

Porque o linkedin é apenas e tão só, uma ferramenta. Extraordinária é certo, mas, efectivamente, uma ferramenta.

Uma ferramenta que não gera resultados, como se de um truque de magia se tratasse.

Uma ferramenta usada por pessoas, que se relacionam com pessoas.

Os resultados reclamam precedentes e “ulteriores”.

Talvez tenha ideia do que falo e queira confirmar. Talvez esteja céptico e curioso.

Em qualquer dos casos, continue comigo.

Vou partilhar consigo, agora, os passos que proponho que percorra antes de entrar na rede e depois dela.

 

Porque os seus resultados no linkedin começam e acabam fora dele?

 

Antes do linkedin

 

1. Desenvolva uma crescente Consciência sobre si próprio(a)

 

Algumas pessoas chegam, até mim, com uma mão cheia de áreas em que querem trabalhar.

– “Gosto muito disto. Gosto muito daquilo. E daquilo então nem se fala..”

Por vezes são apelidados de “faz tudo” e o resultado é, não raras vezes, uma mensagem confusa e pouco convincente.

Outros por seu turno, vêm de mãos vazias, em busca de novas oportunidades, sem vislumbrar qualquer possibilidade, quanto mais alternativas.

Ao insistirem em obter resultados diferentes, com as mesmas estratégias que não têm gerado resultados, têm dificuldade em perceber todo o seu valor e potencial.

Qualquer semelhança com a realidade, não será pura coincidência.

Generalizações e coincidências à parte, qualquer que seja o seu caso é crucial, antes de mais, fazer um trabalho de autoconhecimento.

Este permitir-lhe-á elevar os níveis de consciência sobre:

  • os seus recursos actuais
  • os seus pontos fortes
  • os aspectos a melhorar
  • o que o diferencia
  • a sua história
  • o seu porquê
  • o que o motiva verdadeiramente
  • os seus valores
  • e muito mais.

Permitir-lhe-á, igualmente, explorar possibilidades até então não equacionadas, questionar impossibilidades, estabelecer prioridades, aumentar o foco e a energia para agir.

Existem várias ferramentas que o podem guiar nesta reflexão para a acção.

No artigo O exercício nº1 que tem mesmo de fazer antes de publicar nas redes sociais falo de um dos modelos que gosto bastante de utilizar – O IKIGAI. Se ainda não leu o artigo, recomendo que o faça agora.

Explore esta e outras ferramentas e reflicta sobre o mindset que melhor lhe serve e que vai adoptar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2. Defina quem é o seu cliente ideal e o seu público-alvo

 

“Não grite para as massas; sussurre para poucos.” – Seth Godin

 

Por muito bons que sejamos, quando tentamos agradar a todos, a probabilidade de não agradar a ninguém é gigantesca.

Mapear o perfil ideal de pessoas, que quer encontrar e pelos quais quer ser encontrado no linkedin, é uma das etapas mais importantes, para gerar resultados.

Com que pessoas pode criar sinergias?

Deste grupo, geralmente, fazem parte colegas, que actuam na mesma área ou complementares. São pessoas com um mindset e objectivos semelhantes. Este networking encurta a curva de aprendizagem do grupo e traz novos insights, em que cada um aporta valor aos restantes, promove parcerias e todo o tipo de entreajuda, além de tornar o caminho muito mais saboroso.

No meu caso, gosto de me rodear, sobretudo, de profissionais das áreas de marketing, coaching e escrita que, como eu, procuram e partilham conteúdos e experiências, com um espírito de entreajuda.

Quem quer servir?

Falar com os clientes actuais é uma das melhores formas para desenhar o perfil do seu cliente ideal. O objectivo é compreende-los em profundidade – como pensam, como falam, o que sentem.

Se procura oportunidades de carreira, estude empresas onde gostaria de trabalhar e o perfil das pessoas com os cargos que deseja.

 

Com esta valiosa informação pode:

  • Criar uma uma oferta perfeita para os seus clientes ideais. Uma oferta que transforme as suas vidas, que responda às suas dores e sonhos e encante-os com a sua atenção e foco.
  • Direccionar a sua comunicação para atrair as pessoas que pretende, fazendo uso de linguagem que nelas ressoa, nomeadamente através do copy do seu perfil e do conteúdo que cria.
  • Alargar estrategicamente a sua rede, através de pesquisas avançadas.

 

Quem eu sirvo:

Líderes de empresas e de si próprios, designadamente Diretores Executivos e outros profissionais de Topo, Empreendedores e freelancers, em especial de áreas criativas e inovadoras, que queiram: 

gerar leads e vendas, de forma consistente e escalável

novas oportunidades de carreira, que lhe permitam crescer a vários níveis

dar voz à sua marca pessoal e/ou da sua equipa

 

3. Traduza o seu valor numa mensagem clara e impactante

 

De nada lhe serve ser um profissional de excelência, com uma oferta espectacular se as pessoas não compreenderem, rapidamente, o que pode fazer por elas.

É preciso comunicar. Comunicar com efectividade, traduzindo tudo o que explorou até agora numa mensagem clara e persuasiva.

Esta mensagem traduz-se na sua Proposta Única de Valor.

Para construir (ou desconstruir) a sua, leia ou releia o artigo  Proposta Única de valor -Qual é a sua?

Eu, Teresa Secco, ajudo empresas e profissionais a atrair oportunidades de negócio e de carreira extraordinárias, através de estratégias efectivas de marketing de conteúdo e Linkedin. Esta é a minha Proposta de valor.

 

4. Defina os objectivos da sua presença no linkedin

 

O que quer que o linkedin lhe ofereça?

Sabemos que se não definirmos objectivos, não podemos avaliar o nosso sucesso, nem melhorar as nossas acções.

Parece óbvio, mas este é um aspecto, muitas vezes, descurado.

Vale a pena relembrar que verdadeiros objectivos são SMART – específicos, mensuráveis, atingíveis, realistas e datados.

Acrescento ainda que devem ser VIP – ir ao encontro dos seus valores (que devem ser a sua bússola), iniciados pelo próprio (dependem de si e não de factores externos) e estabelecidos pela positiva (o que quer e não o que não quer).

Um exemplo simples de um objectivo SMART, para o linkedin poderá ser: agendar 10 reuniões comerciais por mês, no sector TI – mercado nacional

Com o objectivo definido é possível associar métricas e acompanhar a sua evolução como: nº Convites enviados, nº convites aceites, nº de mensagens enviadas, taxa de resposta, nº de reuniões agendas, etc.

 

Os meus objectivos mensais actuais são:

Aumentar a minha autoridade e reconhecimento em marketing de conteúdo (que vende sem vender) e linkedin para resultados e gerar leads, com os seguintes KPI mensais associados:

– Cumprir o meu plano de actividades diárias no linkedin

– +20% – Quem viu o seu perfil, Nº de visualizações de publicações, Nº de comentários e restantes interações, Ocorrências em resultados de pesquisa, nº de contactos, nº de seguidores

3 novos projectos adjudicados

 

5. Ofereça valor

 

É uma verdade cada vez mais incontornável a de que as pessoas fazem negócio (compram e recrutam) com pessoas que conhecem, de quem gostam e em quem confiam.

Para isto acontecer, tem de estabelecer relações de confiança e construir autoridade na sua área.

O papel das marcas (incluindo a sua marca pessoal!) há muito deixou de ser o de “debitar” informações sobre o produtos e serviços ou sobre as suas próprias ”conquistas”.

O seu papel é agora o de facilitador, orientador, professor, inspirador, “entretainer” e muito mais.

Para desempenhar estes múltiplos papéis, as marcas usam o conteúdo como ferramenta essencial.

Sob o formato de artigos, ebooks, infográficos e muitos outros, as marcas falam sobre a sua área de actuação, elucidam o público sobre o seu “problema” e as possíveis soluções e inspiram, cada um, a ir mais longe… acrescentando valor às suas vidas.

Quando nos interessamos genuinamente pelos outros e damos algo de valor, sem pedir nada em troca, activamos um poderoso gatilho mental chamado .

Este é um gatilho muito poderoso que podemos usar em qualquer área das nossas vidas e sabe mesmo bem…

A nossa entrega é retribuída em forma de gratidão e confiança que, mais tarde ou mais cedo, se traduzirá nos resultados que procuramos.

Quanto mais damos, mais recebemos. Este é, de resto, um dos grandes fundamentos do social selling.

Resultados reclamam conteúdo alinhado com o seu cliente ideal, constância e congruência.

Para isso é importante que crie o seu calendário e linha editorial, que vai guiar os Pilares de conteúdo (temas gerais a abordar) e tom da marca.

Para mais detalhes sobre a criação de conteúdo de valor sugiro a leitura do artigo João e as 7 perguntas que o ajudam a criar conteúdo de valor, onde pode inclusivamente ter acesso ao modelo de Calendário Editorial que nós próprias usamos.

 

Depois do linkedin

 

6. Da rede para o offline

 

Todo o trabalho prévio, que vimos anteriormente, vai permitir-lhe pôr em marcha uma estratégia e um processo de networking e social selling na rede.

Sem entrar nos detalhes desse processo, pois não é esse o âmago deste artigo, a fase final do mesmo passa, necessariamente, por elevar a conversa para o próximo nível, i e, para uma conversa offline.

Depois de estabelecer rapport e confiança, acrescentando valor aos seus potenciais clientes, o seu objectivo será o de agendar uma conversa fora da rede e, nesta fase, muitos estarão disponíveis para o fazer.

Quer seja por telefone, pessoalmente ou por vídeo-chamada, só conversando poderá compreender em profundidade os seus desejos e desafios, aferir se há empatia e, caso faça sentido, apresentar a sua oferta.

É offline que pode converter potenciais clientes em clientes.

 

Agora, que chegou aqui, percebe porque, na minha opinião, os seus resultados no linkedin começam e acabam fora dele.

Percebe, igualmente, porque recorrer a um serviço integrado que alie…

  • o coaching, enquanto ferramenta de excelência para o autoconhecimento e processos de mudança ágeis e
  • o marketing e a escrita, em particular estratégia e produção de conteúdo web para marcas,

faz muito sentido.

Não caia na tentação de seguir por atalhos.

Reclame os resultados consistentes a que tem direito.

Construa os seus pilares em terreno firme e dê o derradeiro passo, de mover a sua conversa para fora da rede.

Que tal começar agora? 😀

 

Para dar a sua opinião, colocar qualquer questão ou saber como o posso ajudar, de forma individualizada, estou, como sempre, à distância de um clique. Pode, ainda, conhecer o método E.CCCO que criei para resultados no linkedin aqui.

 

27 Jun 19

Mantenha-se por perto, conheça as novidades em primeira mão e tenha acesso a conteúdos exclusivos

Os mais vistos

foto teresa secco

Por Teresa Secco

Consultora e Coach. Adora aprender novas matérias e perspetivas, numa base diária e é apaixonada pelas áreas do marketing e do desenvolvimento pessoal. É fã de pessoas sorridentes que assumem, com confiança e determinação, o seu papel de co-criadores da sua vida e essa é a sua forma de estar na vida.

Para receber materiais e ofertas exclusivas diretamente no seu email,

deixe-nos o seu contato

Também não gostamos de SPAM! O seu email está seguro com a Gliimecode. Conheça a nossa política de privacidade.

Não existem comentários neste momento

Comente este artigo

false