fbpx

Os 7 princípios fundamentais da Constituição do Desenvolvimento Pessoal

Amar-me perdidamente

“E é amar-me, assim, perdidamente…“

Adp de Florbela Espanca por Sandra Costa

Nos últimos anos o movimento de Desenvolvimento Pessoal, coroando a longa resistência do povo português e interpretando os seus sentimentos profundos, começou a derrubar o regime do desconhecimento.

Colocar Portugal na autoestrada do autoconhecimento representou uma transformação revolucionária e o inicio de uma viragem histórica na sociedade Civil Portuguesa.

A revolução do autoconhecimento trouxe aos portugueses Alegria, direitos de escolha, liberdade de decisão em desapego de coisa e pessoas. No exercício destes direitos e liberdades, os legítimos eternos aprendizes em matéria do desenvolvimento pessoal com enorme vontade de servir reuniram-se para elaborar a Constituição que corresponde às aspirações dos Cidadãos Portugueses.

A Assembleia Constituinte afirma a decisão do Povo Português de defender as boas práticas e garantias nas Bases fundamentais do Autoconhecimento, de estabelecer os princípios basilares da Liderança Pessoal, de assegurar o primado do estado de direito do povo português tendo em vista a construção de um país mais alegre, mais livre, mais justo e onde impere a liberdade de escolha…através da certeza de Quem eu sou e do Que Eu Quero.

 

#Principio1

O Autoconhecimento

 “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo.”

Existem autores que atribuem a autoria da frase ao sábio grego Tales de Mileto. Apesar disso, existem teorias que afirmam que a frase foi dita por Sócrates, Heráclito ou Pitágoras.

O aforismo “Conhece-te a ti mesmo” está inscrito na entrada do templo de Delfos, construído em honra a Apolo, o deus grego do sol, da beleza e da harmonia.

Conhecer-nos é ir fundo dentro de nós, é termos a capacidade de compreender os nossos pontos fortes, conhecer e acolher as nossas fraquezas, os nossos valores e a nossa visão do mundo.

Como poderei conhecer o outro…se não me conheço a mim mesmo…

 

#Principio2

O Exemplo

“O Exemplo não é a melhor forma, é a ÚNICA forma” Sandra Costa

A melhor forma de nos darmos a conhecer ao outro é através das nossas ações, estas têm de estar em sintonia. A congruência entre o que sentes, pensas e fazes é fundamental para seres o exemplo.

 

#Principio3

O Serviço

 “Em tudo Amar e Servir” Santo Inácio de Loiola

Tenho como lema que quem não nasceu para servir não serve para viver por isso coloco-me ao serviço dos outros. Como te posso ajudar? Através da minha ajuda ao próximo, estou a ajudar-me a mim.

 

#Principio4

A Serenidade

 Serenidade para aceitar o que não posso modificar” S. Francisco de Assis

Rezo esta oração diariamente, quando aceito com serenidade o que não posso modificar dentro de mim, Eu Sou Assim…tenho características únicas, São minha e definem-me, conseguirei aceitar o outro como ele é…sem o querer modificar à minha imagem.

 

#Principio5

A Coragem

 Coragem para modificar o que está ao meu alcance” S. Francisco de Assis

Rezo esta oração diariamente, quando a coragem me permite modificar o que eu não gosto e sei que ao modificar serei melhor pessoa. Hoje melhor que ontem para que amanhã seja melhor que hoje

 

#Principio6

A Sabedoria

 Sabedoria para distinguir o que devo aceitar e o que devo modificar” S. Francisco de Assis

 Rezo esta oração diariamente, fico feliz quando consigo a sabedoria para fazer a escolha em liberdade de desapego de coisas e pessoas, essa é com toda a certeza a escolha que se revela ser a melhor para mim.

 

#Principio7

O Amor

“E é amar-me, assim, perdidamente…
É ser alma, e sangue, e vida em mim
E dize-lo cantando a toda a gente!”

Adp de Florbela Espanca por Sandra Costa

Quando me Amo Verdadeiramente, quando sou alma, quando sou sangue, a vida abunda em mim, só assim conseguirei liderar as minhas vontades, escolher em liberdade relacionar-me de forma autentica com os outros.

Ao aplicar os Os 7 princípios fundamentais da Constituição do Desenvolvimento Pessoal:

1. Princípio do Autoconhecimento;

2. Princípio do Exemplo;

3. Princípio do Serviço;

4. Princípio da Serenidade;

5. Princípio da Coragem;

6. Princípio da Sabedoria;

7. Princípio do Amor;

à nossa vida quotidiana, estamos a construir um mundo melhor. Em Nós, Por Nós, Através de Nós, para um Mundo em Verdade, em Caminho e em vida.

 

28 Nov 2018

Mantenha-se por perto, conheça as novidades em primeira mão e tenha acesso a conteúdos exclusivos

Por Sandra Costa

Consultora e Coach, apaixonada por pessoas. Acredita profundamente que quem não nasceu para servir, não serve para viver, por isso coloca-se ao serviço dos outros.

Para receber materiais e ofertas exclusivas diretamente no seu email,

deixe-nos o seu contato

Também não gostamos de SPAM! O seu email está seguro com a Gliimecode. Conheça a nossa política de privacidade.

2 Comentários
  • Naiara Back
    Posted at 14:35h, 28 Novembro Responder

    Uma belo exercício diário querida amiga Sandra Costa! Adorei ler esta partilha de conhecimento! Aqui resgatei muito do que já ouvi de ti e aquilo que anda adormecido em mim. Vamo que vamo!

    • Gliimecode
      Posted at 23:51h, 20 Dezembro Responder

      Cara Naiara, Ficamos muitos felizes por ter gostado do artigo e gratas pela partilha. Vamo que vamo!:D

Comente este artigo

false